Homem que matou colega durante churrasco é condenado a 12 anos

Brasil Geral Mato Grosso do Sul Notícias Últimas notícias

Jorge Anderson Pereira Mota Lavales, 23 anos, foi condenado a 12 de prisão em regime fechado pela morte de Hernandes Sérgio da Silva Mota. O crime aconteceu no dia 11 de julho de 2020, durante um churrasco no Jardim Inápolis, em Campo Grande. O julgamento do autor aconteceu nesta terça-feira (1º). Conforme o boletim de ocorrência da época, a mãe de Jorge contou à polícia que o autor estava em casa, na Rua da Sé, tocando violão, quando a vítima chegou e os dois fizeram um churrasco e começaram a beber. Em determinado momento, Hernandes perguntou sobre as duas irmãs pequenas de Jorge. O rapaz não gostou e chamou o colega de pedófilo. Os dois começaram a discutir e então o autor pegou uma faca e golpeou a vítima até a morte, fugindo em seguida. Jorge acabou sendo preso na madrugada do dia 12, por equipe do GOI (Grupo de Operações e Investigações). Durante o julgamento desta terça, o Conselho de Sentença julgou procedente a pretensão acusatória do Ministério Público de Mato Grosso do Sul. Com isso, o rapaz acabou sendo condenado a 12 anos de prisão em regime fechado. A decisão é assinada pelo juiz Carlos Alberto Garcete de Almeida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.